domingo, 23 de agosto de 2009

Contribuição Francesa - Rio Grande do Sul


O francês Amadeo Gustavo Gastal em 1878, introduziu no sul do Brasil a produção de pêssego. Utilizando equipamento importado, ele elaborou as primeiras compotas da fruta, em seu estabelecimento, chamado Bruyères. Os primeiros pomares surgiram nessa época. Atualmente, o Estado do Rio Grande do Sul lidera a produção nacional de pêssegos, reunindo mais de 400 famílias que se dedicam ao seu cultivo.

Na cidade de Rio Grande os franceses contribuiram com a realização das obras de melhoramento da Barra e construção do porto que tiveram início em 1908 e tinha como responsável o engenheiro francês Quellenec, especialista em obras marítimas.

O projeto na época, na opinião de entendidos, só encontrava smile nas gigantescas obras de abertura do Canal do Panamá.

O Porto do Rio Grande atualmente o escoadouro natural das riquezas do estado e do país, e a entrada dos bens e insumo necessários ao desenvolvimento. Único porto marítimo do estado, o Porto do Rio Grande é definido como o principal pólo do Corredor de Exportação do Extremo Sul.

Nenhum comentário:

Postar um comentário